Antonio Junior

Mestrando em Artes Visuais, linha de pesquisa Arte e Visualidade, com ênfase em Poéticas Visuais pelo PPGART/UFSM. Artista Visual – Bacharel em Desenho e Plástica pela Universidade Federal de Santa Maria, UFSM – Brasil, com mobilidade na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, FBAUP – Portugal. Integrante dos coletivos: CAPELLA e Estúdio 6. Integrante: Grupo de pesquisa Arte Impressa CNPq / UFSM. Grupo de pesquisa Processos Pictóricos CNPq / UFSM. Delegado Cultural – Confederação Brasileira de Letras e Artes São Paulo /SP. Membro da CONBLA – Confederação Brasileira de Letras e Artes / Classe Artista Plástico São Paulo /SP. Embaixador da Paz / pela Casa Real dos Arameus e Auranitas São Paulo /SP. Recebeu Menção Honrosa no XIII Salão Latino Americano de Artes Plásticas de Santa Maria/RS. Participou de diversas exposições em território nacional e internacional, na Argentina, Rússia e Portugal. Suas obras compõem, atualmente, acervos particulares de colecionadores brasileiros e portugueses.

 

Antonio Junior apresenta em sua poética a experiência da mudança. Como parte do resultado de sua estadia em Porto/Portugal, o artista apresenta a descoberta de um território, de pessoas e cenas que despertam novas leituras. A intenção de diálogo de suas memórias com o desconhecido contribui para familiarizar-se com os novos ares portugueses. Antonio Junior apropria-se da lona portuguesa para torna-la seu suporte, a sua tela. O desconhecido, representado ali pela lona, é preparado devidamente para receber as camadas de tinta a óleo que, lentamente, vai sendo integrada ao desenho que remete aos azulejos portugueses. No processo criativo, as memórias do artista, bem como apropriações de fotografias de arquivos pessoais de familiares, objetos e lugares específicos brasileiros e portugueses surgem na obra de Antonio que realça suas características peculiares. Trata-se de entrar no universo pessoal e visual proposto pelo artista e dar força à narrativa no seu cotidiano e intimidade, atuando de modo a dialogar com essas mesmas histórias, construindo e reconstruindo outras memórias possíveis.  





Obras do Artista